sexta-feira, 17 de agosto de 2012

       FRANCISCO MONTEIRO-O único dos combatentes do Grande ABC a morrer durante a Revolução de 32.






Serpenteando, lá vai a Avenida Francisco Monteiro

18/03/2011

Ribeirão Pires, 1948. Assim corria - ou serpenteava - a Avenida Francisco Monteiro, em direção ao Pilar Velho


Ribeirão Pires, 1948. Assim corria - ou serpenteava - a Avenida Francisco Monteiro, em direção ao Pilar Velho. Uma imagem com pouco mais de 60 anos e que dá uma ideia muito real de como era a cidade, verdadeiro presépio, que com justo orgulho ostenta até hoje o título de "Pérola da Serra".
Esta imagem da Francisco Monteiro foi exposta pelo Museu Municipal Família Pires na 5ª Exposição de Fotos Antigas de Ribeirão Pires, realizada em 1992 por duas professoras queridas, Guadalupe Roca, diretora de Cultura, e Iracema Mathias Roca, encarregada do museu.
Armando Furlan, que cedeu a foto, participou da exposição com várias outras imagens, todas datadas de 1948: várias do Centro da cidade.
FRANCISCO MONTEIRO
Foi tintureiro. Participou da Revolução de 1932 quando residia em Ribeirão Pires. Morreu em batalha, aos 40 anos de idade. Era mineiro de Ouro Preto.




Nenhum comentário:

Postar um comentário